Happy B-Day Marilyn!



Homenagem ao aniversário da diva, que é no dia 1 de junho,  Marilyn Monroe ou Norma Jean Mortenson nasceu em LA em 1926.

 Norma Jean

Como a identidade de seu pai era desconhecida, recebeu o nome de Norma Jean Baker. Sua mãe, Gladys Pearl Monroe, era editora de filmes, mas problemas psicológicos a impediram de permanecer no emprego e ela foi levada para uma instituição de tratamento psiquiátrico. A certidão de nascimento diz que o segundo marido de Gladys, Martin Edward Mortensen, é que é o pai biológico de Marilyn. Norma Jean passou grande parte da sua infância em casas de família e orfanatos até que em 1937 mudou-se para a casa de Grace Mckee Goddard, amiga da família.


Em 1942 casou-se com Jimmy Dougherty, 21 anos, a quem namorava há seis meses. Segundo Jimmy ela era uma menina doce, generosa e religiosa, e que gostava de ser abraçada.  No mesmo ano o fotógrafo Davis Conover descobre Norma Jean e em dois anos ela tornou-se uma modelo respeitável e estampou seu rosto em várias capas de revistas. Ela começou a estudar o trabalho das lendárias atrizes Jean Harlow e Lana Turner, e inscreveu-se em aulas de teatro sonhando com o estrelato.
Em 1946 teve de escolher entre o marido e a carreira, adivinha só o que ela escolheu?  Norma assinou seu primeiro contrato com a Twentieth century Fox, tingiu seu cabelo de loiro e mudou seu nome para Marilyn Monroe, que era o sobrenome da sua avó materna.

A Diva

Marilyn começou a carreira com alguns pequenos filmes, mas a sua habilidade para a comédia e sua sensualidade  levaram-na a conquistar papéis em filmes de grande sucesso, tornando-a numa das mais populares estrelas de cinema dos anos 50. Sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram querida no mundo inteiro. Ela era muito mais do que apenas um 'sex symbol'.




 O primeiro papel de Marilyn no cinema foi uma participação não creditada em Sua Alteza e seguiram os filmes: a Secretária, Loucos de Amor, O Segredo das Jóias, A Malvada, Sempre Jovem, O Inventor da Mocidade, Almas Desesperadas, Torrentes de Paixão, Os Homens preferem as loiras e Como agarrar um milionário (50's) . Aos 27 anos de idade ela era sem dúvida a loira mais amada de Hollywood.
Em 1954 Marilyn casou com o jogador de baseball Joe DiMaggio na Califórnia. Infelizmente, a fama de Marilyn e sua figura sexual tornaram-se um problema em seu casamento. Nove meses depois Marilyn e Joe se divorciaram. Eles atribuíram a separação a "conflitos entre carreiras", e permaneceram bons amigos.



Em 55 Marilyn estava pronta para livrar-se da imagem de furacão loiro. Isso tinha dado a ela o estrelato, mas agora tinha a oportunidade e a experiência, Marilyn queria seguir com seriedade a carreira de atriz. Ela mudou-se de Hollywood para NY para estudar e abriu sua própria produtora: Marilyn Monroe Productions, que produziu os filmes: Nunca fui Santa e O Príncipe Encantado. Esses dois filmes serviram para Marilyn mostrar seu talento e versatilidade como atriz. Em 1959 Marilyn brilhou em  Quanto mais Quente Melhor e teve seu trabalho reconhecido ao vencer o Globo de Ouro de "Melhor Atriz em Comédia". 



Em 56, Marilyn casou-se com o dramaturgo Arthur Miller. Arthur escreveu o papel de "Roslyn Taber" de Os Desajustados (The Misfits) especialmente para Marilyn, este acabou sendo o último filme completo de Marilyn e a despedida das telas de Gable. O Casamento terminava em 1961 no México (Fuga pelo México?).
Marylin já tinha tido encontros amorosos com Kennedy (tornou-se presidente dos EUA em 1961) muito antes dele entrar na Casa Branca. O caso entre eles teve início depois de seu divórcio de Vitor Baggio e continuou esporadicamente enquanto ela esteve casada com Miller (Danadinha). Apesar de suas ilusões, Marilyn sabia que Kennedy desejava apenas a estrela cintilante de cinema e não a mulher que era. Ele pretendia livrar-se dela com elegância. Em seu aniversário ela cantou com voz lasciva "Feliz aniversário, senhor presidente", metida num vestido que o diplomata Adlai Stevenson descreveu como feito de "pele e pérolas. Só que não vi as pérolas." John Kennedy disse: "Já posso me retirar da política depois de ter ouvido este feliz aniversário cantado para mim de modo tão doce e encantador."



Em 1962 Marilyn foi nomeada a "personalidade feminina favorita de todo cinema mundial", provando mais uma vez que era mundialmente adorada. Perguntaram a Marilyn qual significado de sex appeal e  ela  respondeu: “Há pessoas a quem outras reagem, e pessoas que não causam nada nos outros. Eu também reajo aos homens...Pessoalmente reajo a Marlon Brando”  (Ela também teve um caso com o galã)


A morte da Diva foi na manhã do dia 5 de agosto de 1962. Aos 36 anos, Marilyn faleceu enquanto dormia em sua casa na Califórnia. A notícia foi um choque, propagado pela mídia, explorando sobretudo o caráter misterioso em que o fato se deu, prevalecendo a versão oficial de overdose pela ingestão de barbitúricos. O brilho e a beleza de Marilyn faziam parecer impossível que ela tivesse deixado a todos. Ninguém sabe de fato o que aconteceu naquela noite. As gravações de seus telefonemas e outras evidências desapareceram. O relatório da autópsia foi perdido. Toda a documentação do FBI sobre sua morte foi suprimida e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que acontecera receberam ameaças de morte. No dia 8 de agosto de 1962, o corpo de Marilyn foi velado no Corridor of Memories, nº 24, no Westwood Memorial Park em LA.
Essas informações e muitas outras você encontra em sua biografia   A DEUSA As Vidas Secretas De Marilyn Monroe - Anthony Summers

 


“Eu sabia que eu pertencia ao público e ao mundo, não pelo fato de ser talentosa ou até mesmo bonita, mas porque eu nunca pertenci a nada ou a ninguém” M.M.
“Ninguém nunca disse que eu era bonita quando pequena. Toda menina deveria ser chamada de bonita, mesmo se elas não são.” 


Actores: Marlon Brando, Clark Gable, Charles Chaplin, Charles Laughton, Will Rogers, Cary Grant, John Barrymore, Tyrone Power, Richard Widmark.
Actrizes: Greta Garbo, Jean Harlow, Ginger Rogers, Marie Dressler, Joan Crawford, Olivia de Havilland
Companhia Aerea: TWA
Artistas: Goya, Picasso, El Greco, Michelangelo, Botticelli
Bebida: Dom Perignon 1953
Livro: "How Stanislavsky Directs" de Michael Gorchakov
Cores: Bege, preto, branco, vermelho
Cantora: Ella Fitzgerald 
Cantor: Frank Sinatra
Foto: de Cecil Beaton com vestido branco
Musicos: Louis Armstrong, Earl Bostick, Ludwig von Beethoven, Wolfgang Amadeus Mozart
Perfume: Chanel n.º 5
Creme: Nivea Body Lotion
Peças Teatro: "A Street Car Named Desire", "Death of a Salesman"
Argumentistas: Arthur Miller, Tennessee Williams
Poetas: John Keats, Walt Whitman
Restaurante (em Hollywood): Romanoff's
Loja: Bloomingdale's
Escritores: Dostoyevsky, J. D. Salinger, George Bernard Shaw, Thomas Wolfe
Lembrança: Coreia 

À Diva! Hoje, amanhã e sempre, Marilyn Monroe

SeeYaRockers!

6 comentários:

Monike disse...

lembrei do niver dela mas esqueci de fazer homenagem no proprio dia (01/06) huahauhauha ando num corre desumano huahauahuha

Roxie Marine disse...

Acho que não existiria um nome mais digno para a biografia dela que: A Deusa. *-*

Diva eterna! ♥

Vovó Santa disse...

Obrigada pela visita!!!! Lindo seus blogs!

BLOG= www.vovosanta.blogspot.com
LOJA= www.vovosantastore.blogspot.com
LOOK BOOK.NU= http://lookbook.nu/user/177203-Vov-S
TWITTER= http://twitter.com/vovosanta
EMAIL= vovosanta2009@hotmail.com
ORKUT= http://www.orkut.com.br/Main#Home
FACEBOOK= http://www.facebook.com/?ref=home

Alee disse...

Aquela primeira foto dela criança eu iria chutar que era a Luana Piovani, abafa....

Marilyn é diva eterna

DELUXE disse...

Sempre DIVA! Ela arrazaaaa!
adoro a frase em que ela fala ''[...] se vc não sabe lhe dar com o meu pior, então não merece o meu melhor.'' arraza!
beeijos
Otimo post!
Parabens

Min disse...

mais do que uma mulher, a diva foi e é uma inspiração. mulher maravilhosa! *-*

besos!

 
Modernne © 2012 | Designed by Rumah Dijual, in collaboration with Buy Dofollow Links! =) , Lastminutes and Ambien Side Effects
Twitter Feed Facebook